3 Objeções Mais Comuns Para Não Ter Um Site

No Post anterior falamos dos 5 Benefícios Que Um Site Pode Trazer Para sua Empresa, mas é bastante comum ouvirmos dos clientes objeções e argumentos contrários à isso. O que é perfeitamente normal e esperado.

Por isso, gostaria de comentar as 3 objeções mais comuns que normalmente ouvimos dos clientes.

Objeção 1 – “Mas meu negócio é local. Por que ter um site se não vendo pela internet?”

É correto afirmar que efetuar vendas é uma das possibilidades que sua empresa ganha ao ter um site.

Da mesma forma, é incorreto afirmar que um site só serve para essa finalidade.

Caso fosse verdadeiro, todas as páginas da internet teriam como propósito comercializar produtos/serviços. E sabemos que não é isso que acontece.

Se o seu negócio for local, como um escritório de advocacia, um estúdio de arquitetura, um restaurante ou uma academia de ginástica, você pode usar o seu site para atrair novos clientes e se relacionar com seu público.

A pesquisa do Google é amplamente usada por usuários que buscam soluções e serviços para seus problemas.

Portanto, quando alguém procurar por “advogado em Curitiba”, “arquitetos em Londrina” ou “restaurante em São Jose dos Pinhais”, um site próprio passaria mais autoridade para os robôs de busca bem como transmitiria uma imagem muito mais profissional ao usuário do que um simples resultado com um endereço e um telefone.

Nesse caso, o site funciona como um primeiro canal de contato entre seu negócio e seu público.

E uma boa primeira impressão é fundamental para que esse visitante se transforme efetivamente em um cliente no futuro.

Objeção II: “Mas minha empresa é pequena, por que preciso de um site?”

Justamente por isso. Ter um site é um passo fundamental para iniciar uma estratégia de Inbound Marketing, que funciona muito bem para dar tração inicial a microempresas e startups.

Enquanto o marketing tradicional precisa de um investimento elevado no início, o Marketing Digital permite um investimento mais baixo e com um melhor retorno sobre esse investimento (ROI), uma vez que é fácil analisar o resultado de todas as ações realizadas.

O Inbound Marketing é uma forma interessante e um diferencial para você inserir sua empresa no mercado, uma vez que fica difícil competir com empresas grandes e já consolidadas utilizando-se das mesmas táticas de marketing.

Objeção III: “Mas eu já tenho uma página no Facebook, não preciso de um site”

Uma página no Facebook é outro item fundamental, assim como o site. Portanto, um canal não substitui o outro.

Sem um site com um domínio próprio fica absolutamente ineficaz realizar campanhas de Email Marketing, que são consideradas uma forma eficiente de relacionamento com os clientes e de geração de Leads.

Afinal, para onde você vai levar seus Leads (cliente potencial)? Para seu site ou para uma página nas redes sociais?

Fazendo uma analogia, onde você gostaria de se encontrar com seus clientes? Em seu escritório ou em um café no shopping?

Quando falamos de Marketing Digital, estamos falando de vários canais para estabelecer relacionamento com o cliente e cada uma tem um foco específico. O ideal é utilizá-los de forma integrada conforme suas estratégias de vendas.

Enxergamos as mídias sociais como excelentes canais de geração de tráfego e de engajamento.

Ou seja, utilizamos como um acréscimo à nossa estratégia de Marketing Digital, mas não como o principal canal.