Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 8. Operacionalização

8. OPERACIONALIZAÇÃO 8.1 Planejamento e Controle Operacional Resultados Pretendidos A Organização planeja, executa e controla os processos necessários ao fornecimento do produto e prestação do serviço para assegurar a conformidade com os requisitos. Aplicação Os processos a considerar nesta seção são os da cadeia de fornecimento de P&S. Estes processos devem seguir as disposições estabelecidas nos processos do SGQ, em 4.4 e assegurar que as ações determinadas para tratar R&O e alcançar os objetivos da qualidade determinadas na seção 6 são implementadas nestes processos. Os processos incluídos nesta seção são todos os relacionados com o planejamento operacional (8.1), os relacionados com os clientes (8.2), os de design e desenvolvimento (8.3),…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Requisito 10. Melhoria

10.1 Generalidades Resultados Pretendidos A Organização promove ações de melhoria para atender aos requisitos dos clientes e aumentar a sua satisfação. Aplicação e Avaliação A ISO 9001:2015 requer que a Organização determine e selecione oportunidades de melhoria, promovendo agora um conceito de melhoria mais abrangente do que a melhoria contínua da eficácia do SGQ. Esta seção enquadra-se no princípio de gestão da qualidade “melhoria”, que diz que as Organizações bem-sucedidas têm um foco permanente na melhoria, mencionando-se aqui práticas de gestão centradas na identificação e realização de ações de diferentes tipos de melhoria com um caráter abrangente que visem dar resposta a: Implementação de melhorias nos P&S para cumprir requisitos atuais…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 7. Apoio – Parte 2

7.1.6 Conhecimento Organizacional A seção 7.1.6 é nova na ISO 9001:2015 e pretende enquadrar o conhecimento organizacional como um recurso fundamental de suporte ao SGQ e ao alcance dos resultados pretendidos. Pela sua novidade, é feita aqui uma apresentação mais aprofundada do tema da gestão do conhecimento nas Organizações. Algumas Organizações adotaram já práticas sistematizadas de gestão de conhecimento, enquanto outras começam agora a despertar para a necessidade de introduzir o tema nas suas Organizações. As necessidades de conhecimento e da sua gestão variam em função do contexto e podem ser muito diferenciadas. A aplicação dos requisitos desta seção poderá ter grande impacto na capacidade da Organização reter, acessar, disponibilizar…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 7. Apoio – Parte 1

7. Apoio 7.1 Recursos Resultados pretendidos A Organização determina e disponibiliza os recursos, internos e externos, necessários para a operação e controle dos processos, a garantia da conformidade dos P&S e a eficácia do sistema. 7.1.1 Generalidades Aplicação Os recursos que uma Organização necessita para gerir a sua atividade devem incluir todos os meios necessários para que os objetivos da Organização sejam atingidos. Podem incluir recursos financeiros, pessoas, recursos materiais e tecnológicos, entre outros. A complexidade e interação dos processos, as competências e experiência necessárias para a sua realização com sucesso devem ser igualmente tidas em consideração na definição dos recursos necessários ao SGQ. As Organizações utilizam os recursos para…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 6. Planejamento

6. Planejamento 6.1 Ações para Abordar Riscos e Oportunidades Resultados pretendidos Priorizar as atividades e os processos do SGQ de acordo com seu impacto potencial nos resultados pretendidos, e aproveitar as oportunidades que vão se apresentando. Aplicação e avaliação A ISO 9000 define risco como o efeito da incerteza. Apesar da definição formal incluir a possibilidade de efeitos negativos e positivos do risco, no dia-a-dia a preocupação usual é a de evitar ou minimizar as potenciais consequências negativas. O risco pode ser tratado considerando a probabilidade de algo acontecer e as consequências potenciais desse acontecimento – a criticidade. Atendendo às diversas definições encontradas em dicionários, pode considerar–se uma oportunidade como…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 5. Liderança

Esta seção é dirigida à Alta Direção da Organização, mas aplica-se também aos demais líderes em todos os níveis da Organização, desde o primeiro nível de supervisão até ao Conselho de Administração. Tem como objetivo clarificar o papel da liderança na gestão eficaz da qualidade, com vista a criação de valor para a Organização e suas partes interessadas, através da satisfação sustentada do cliente e da melhoria. Pela definição da ISO 9000, a Alta direção é a “pessoa ou o grupo de pessoas que dirige e controla a organização ao mais alto nível”. A Alta Direção traça o rumo e conduz a Organização nesse sentido, clarifica a razão da sua existência,…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Seção 9. Avaliação do Desempenho

9.1 Monitorização, Medição, Análise e Avaliação Resultados Pretendidos A Organização determina os métodos de monitorização, medição, análise e avaliação adequados para obter informação válida sobre o desempenho do SGQ e a satisfação do cliente. 9.1.1 Generalidades Aplicação O desempenho e a eficácia do SGQ são alcançados na medida em que a Organização fornece, consistentemente, P&S que satisfaçam tanto os requisitos do cliente como legais aplicáveis e, por outro lado, aumente a satisfação do cliente através da aplicação eficaz do sistema. Embora a eficiência do SGQ deva ser importante para qualquer Organização, é a sua eficácia que é um requisito da ISO 9001:2015, ou seja, a “medida em que as atividades…

Entendendo a ISO 9001:2015 – Secão 4 – Contexto da Organização

4. Contexto da Organização 4.1 Compreender a Organização e o Seu Contexto Resultados Pretendidos O SGQ é apropriado para a realidade da Organização e eficaz em alcançar os resultados pretendidos. Aplicação Cada Organização é diferente. Compreender o contexto da Organização pode ser entendido como uma atividade de observação, análise e avaliação do interior e exterior da Organização, para determinar fatores que a influenciam, positiva ou negativamente. Estes podem afetar o seu propósito, a sua intenção estratégica e a sua capacidade para atingir os resultados que pretende alcançar com o SGQ: a conformidade dos P&S com os requisitos dos clientes e legais, e o aumento da satisfação dos clientes. Ao considerá-los…

Monitorar e Medir

Antes de mais nada, é importante sabermos a diferença entre monitoramento e medição. \r\n Segundo o IPEM (Instituto de Pesos e Medidas), “medir é comparar uma grandeza com uma outra, de mesma natureza, tomada como padrão, então a Medição é o conjunto de operações que tem por objetivo determinar o valor de uma grandeza” e Monitoramento é o acompanhamento contínuo de um projeto ou processo com base em valores pré-determinados. Para esclarecermos de forma mais simples a importância do processo de Monitoramento e Medição para as empresas, devemos entender que a empresa é composta de vários processos, tais como: Processos de Gestão; Aqueles relacionados ao planejamento estratégico, estabelecimento das Diretrizes,…